A enigmática Piraíba- o maior peixe de couro da Bacia Amazônica

Estamos em meio a uma série de artigos sobre algumas espécies de peixes de couro que habitam nas águas doces do Brasil. Com isso, já trouxemos aqui, três das principais espécies encontradas nos rios e lagos brasileiros, o jaú, a pirarara e o famoso pintado.

Mas, no meio de toda essa série, ainda trouxemos um conteúdo exclusivo sobre um dos maiores peixes de couro do mundo. Também conhecido como terror dos rios, o Peixe Golias é um dos maiores peixes de couro do mundo e vive nos rios da África. Aliás, esse monstro de quase 2 metros de comprimento e mais de 100 kg tem várias lendas ao seu redor que também falamos um pouco no nosso artigo.

Então, vamos encerrar nossa série sobre os peixes de couro do Brasil, com uma das espécies mais enigmáticas dos nossos rios e lagos. Então, já te convido a ficar comigo até o final deste artigo para conhecer cada característica, como fisgar e onde encontra a Piraíba.

Dito isso, vamos começar nosso conteúdo de hoje. Mas, também te convidamos a dar uma olhada nos conteúdos que já trouxemos aqui sobre as outras espécies de peixes de couro do Brasil. Então, vamos abaixo começar a falar sobre a enigmática Piraíba.

Piraíba

Temos aqui, uma das espécies mais cobiçadas e procuradas entre os peixes de couro que habitam as águas doce do Brasil. A piraíba é um peixe muito procurado pelos pescadores, e ter um registro com uma piraíba é um belíssimo troféu para os pescadores. Mas, isso se dá muito por conta da dificuldade que existe em capturar os peixes dessa espécie.

Essa espécie habita normalmente na Bacia do Amazonas e também na Bacia Araguaia de Tocantins e vivem em calhas profundas nos rios. Além disso, a piraíba é um peixe carnívoro e piscívoro, ou seja, também se alimenta de outras espécies de peixes. Mas, um fato muito interessante sobre essa espécie, é que ela costuma migrar por vários quilômetros até achar o melhor local para desovar;

Peso, tamanho e forma do corpo

Na Bacia Amazônica, a piraíba é a maior espécie de couro residente nessas águas, podendo alcançar 3 metros de comprimento e pesar até 150Kg. Já o corpo da piráiba costuma ser mais roliço, com uma cabeça bem comprimida e olhos bem pequenos com algumas barbas também roliças.

Quando são jovens, normalmente possuem cores mais claras e quando chegam a fase adulta, ficam na sua cor tradicionalmente cinza. Já sua carne, não é consumida por seres humanos, pois, existem várias histórias de que ela faz mal e pode trazer doenças.