Acará (Geophagus brasiliensis) – Peixe de água doce do Brasil

acará
O peixe de água doce chamado Acará é conhecido popularmente como Acará Topete, Papa-Terra, Cará.

 

Nomes populares

O peixe de água doce chamado Acará é conhecido popularmente como Acará Topete, Papa-Terra, Cará.

Nome científico

Geophagus brasiliensis.

Distribuição geográfica

Sua espécie é distribuída nas Bacias do rio Doce, do rio Paraíba do Sul e do rio São Francisco.

Habitat

O Acará habita ambientes de águas paradas, mas também é encontrado nos rios, especialmente nos remansos ou nas margens com vegetação abundante. É uma das poucas espécies que se adaptam muito bem às condições de reservatórios.

Alimentação

É uma espécie omnívora, alimentando-se de uma ampla variedade de alimentos no fundo (perifíton, pequenos crustáceos, peixes, insetos, larvas, folhas, frutos e outras matérias orgânicas), estes triados com sua boca protrátil.

Reprodução

Na época de reprodução, o casal limpa uma área de fundo arenoso, onde deposita os poucos ovos. Assim que nascem, os filhotes são protegidos pelo macho, que os recolhe na sua cavidade bucal. Na época da reprodução, os machos adquirem uma protuberância na cabeça.

Características

O Acará é um peixe de escamas muito comum em rios de todo o Brasil. É um peixe muito resistente. Possui uma coloração bem característica, principalmente quando bem aclimatado e alimentado, mostra pontos fosforescentes e cores vermelho vinho, azul petróleo e cinza, entre outras cores. Seu corpo e suas barbatanas variam do castanho claro ao escuro, apresentando uma pinta preta no meio do corpo. Também possui pequenas pintas claras por toda a extensão do corpo, principalmente na parte debaixo e nas barbatanas. Pode chegar aos 25cm.