Como é a desova e reprodução de alguns peixes de água doce

Entenda como é a desova de um peixe de água doce e como se reproduzem

A desova é o processo pelo qual os peixes depositam seus ovos na água, de forma que possam ser fecundados pelos espermatozoides dos machos. Mas, o tempo de gestação é de quatro semanas.

Assim, a fertilização acontece quando o esperma do macho atinge o ovulo da Feema. Então, as larvas são liberadas em um ambiente úmido e quente.

As larvas passam por três estágios de desenvolvimento para chagar ao estagio adulto. No primeiro dia, elas medem aproximadamente um centímetro e tem um comprimento de três centímetros no final do primeiro mês.

Os peixes ovíparos podem depositar seus filhotes em qualquer tipo de substrato, como fundos rochosos, gramíneas, algas, ou depositar diretamente no fundo do corpo de outros peixes. Mas, a maioria das espécies deposita seus ovos em grandes números, pois as chances de sobrevivência de uma espécie são menores.

Confira alguns peixes mais conhecido no mundo

  • Tilápia;
  • Carpa comum;
  • Tambaqui;
  • Pacu;
  • Pirarucu;
  • Pirapitinga;
  • Piraiba;
  • Pirara;

Os peixes de água doce representam mais de um terço de todas as espécies de peixes em todo o mundo. Eles estão em todos os continentes, com exceção da Antártida. Mas, a grande maioria dos peixes de água doce são teleósteos, ou seja, eles têm um esqueleto de ossos e um crânio completo.

Mas para que você tenha uma boa pescaria você precisa saber que existe características de pescas, tanto por lazer quanto para consumo.

Pesca esportiva

Pesca esportiva pode ser praticada em quase todos os lugares. A pesca em água doce é um tipo especifico de pescar que ocorre em rios, lagos e outros corpos, d’água. Isso pode trazer uma grande experiencia, mas também ode ser um desafio.

Escolha um lugar de pesca

Há muitos lugares diferentes para se pescar, e cada um tem suas próprias vantagens e desvantagem. É importante escolher um lugar que seja adequado para o tipo de pesca que você deseja fazer.

Na pescaria não há um peixe que seja mais difícil de ser pego, pois isso depende do nível do pescador. Alguns peixes são mais difíceis de capturar por sua habilidade de natação, tamanho e força, enquanto outros são mais difíceis de localizar.

Os peixes tem um sistema nervoso central bem desenvolvido e podem apresentar um comportamento bastante complexo. Eles são capazes de nadar e de se locomover de forma independente, e algumas espécies são capazes de saltar fora da água por ter uma força maior que outras.