As melhores dicas para cuidar bem das molinésias

Um dos peixinhos mais populares entre aquaristas com toda certeza, são as molinésias. Esses peixes são muito interessantes, tem características bem marcantes e são muito bonitos. Mas, como todo peixe, precisa de alguns cuidados específicos, e é exatamente sobre isso que vamos falar hoje.

Então, te convido a ficar comigo a ficar comigo até o final deste artigo para saber cada detalhe e características sobre as molinésias. Neste artigo, vamos aprender como cuidar dela, quais suas características, além de algumas curiosidades sobre essa espécie muito divertida.

Quais os tipos de molinésia que existem?

Como já disse, essa espécie é muito querida entre os aquaristas e muito por conta de variedade imensa de cores e estilos. As mais populares são a molinésia negra e também a preta, mas você poderá encontrar em outras cores, também. Em algumas regiões específicas, é normal encontrar peixes dessa espécie na cor branca, dourada, amarelada, alaranjada, entre outras.

E como é o comportamento dessa espécie?

São peixes de fácil convivência, podendo viver harmoniosamente com peixes que são tropicais e que precisem de uma água mais densa para viver.

E como se reproduzem?

As molinésias costumam dar bastante trabalho no quesito reprodução. Isso porque elas costumam se acasalar com outras espécies, causando em alguns casos, uma superlotação descontrolada de peixes. Além disso, acasalamentos com outras espécies geram hidridização e superpopulação no seu aquário.

Então, o indicado é que você tenha sempre um cardume de molinésias no seu aquário, de no mínimo 6 peixinhos, sendo 2 fêmeas para cada macho.

Como cuidar bem dessa espécie?

Assim como qualquer outro peixe, as molinésias precisam de alguns cuidados básicos. Então abaixo, vou listar quais são as melhores formas de cuidar desses peixinhos e dar a eles uma vida longa.

  • Cuide bem da alimentação: as molinésias tem um trabalho muito interessante de limpadores de água, e se encaixam na categoria de limpa vidro. Porém, necessitam receber ração para que recebam as proteínas necessárias para crescer bem. Então, tenha sempre folhas e vegetação no seu aquário e uma vez por dia, alimente seus peixes com ração.
  • Deixe a água no ponto certo: essa espécie vive na foz de rios, e com isso preferem águas mais duras e alcalinas. Cuide também de deixar a com a corrente lenta e mantenha seu aquário sempre limpo.
  • Tipo do aquário: esses peixinhos precisam de espaço para nadar com seu cardume. Então, providencie um aquário de no mínimo 200 litros para que eles se sintam sempre livres.
  • Mantenha a temperatura e o pH sempre ideal: a temperatura perfeita para saúde das molinéisas, são águas entre 18°c a 28°c. Já o pH essencial fica entre 7 e 8,2, como já dissemos, sempre alcalino.

Veja artigo Curiosidades interessantes sobre os peixes de água doce