Os peixes mais exóticos das profundezas das águas

Fala, aquarista! Hoje vamos dar prosseguimento a nossa incrível série sobre as espécies de peixes mais raras do mundo. No post anterior, trouxemos as primeiras espécies e se você ainda não viu, volta lá para saber sobre essas espécies simplesmente surreais.

Mas, não são somente elas que estão entre as espécies mais raras do mundo, e hoje, vamos continuar falando um pouco sobre cada um desses peixes. Então, fica comigo até o final deste artigo para saber cada detalhe sobre cada um deles.

Peixe lanterna

Esse peixe ficou muito famoso por conta do filme “Procurando Nemo”, e é uma espécie pré-histórica dos mares mundiais. Normalmente, habitam locais tão profundos que é quase impossível um humano chegar até lá.

Mas, sua principal característica é a lanterninha que possui a frente de sua boca, que faz com que chame animais para ele se alimentar. Parecido com o peixe dragão, possui dentes muito grandes que impedem de fechar a boca.

Peixe leão

Espécie muito rara de ser encontrada, ficou famosa recentemente pelo seu primeiro ataque a ser humano e as complicações que seu veneno causou. Com isso, pôde-se comprovar o quanto seu veneno é potente em seres humanos, podendo causar até paradas cardíacas. Mas, eles chamam muita atenção por sua beleza e seus espinhos com cores variadas do seu corpo.

Grande engolidor

Essa talvez seja a espécie mais exótica que vamos falar hoje. Sua principal característica se dá por sua boca enorme e seu estômago externo, que fazem com que ele engula vários animais e fique extremamente lotado. Mas, é um peixe pequenino e costuma ficar cheio de comida por algum tempo.

Charroco

Também conhecido como peixe sapo, tem esse nome por sua incrível aparência com os anfíbios. Seu corpo, trás alguns espinhos que contém venenos que são importantes para eliminar predadores. Mas, esse veneno também é prejudicial aos humanos.

Então, essa é uma das espécies que podem trazer danos como queimaduras, coceira, entre outros sintomas. Como é um peixe muito raro, não se sabe muito sobre a potência de seu veneno.

Então, com mais essa lista podemos observar o quão cheio de segredo são as águas ao redor do mundo inteiro. E o mais incrível, é que ainda existem espécies que habitam em locais tão remotos que não foram catalogadas. Mas, essas espécies que estamos falando, são vistas raramente e só se sabe da sua existência por câmeras e localizadores que ficam nas profundezas das águas.