Peixes de água doce do Brasil – Tucunaré Açu – Cichla sp.

Peixes de água doce do Brasil - Tucunaré Açu

Família: Cichlidae

Características: Os Tucunarés são exclusivos da América do Sul e ocorrem naturalmente nas bacias do Amazonas, das Guianas e Orinoco, situada em sua maior parte na Venezuela. São membros da família Cichlidae, assim como os Carás, Apaiaris e Jacundás, estes últimos sendo seus parentes mais próximos. Os Tucunarés podem ser facilmente distinguidos de seus parentes da família, na América do Sul, pelo formato de sua nadadeira dorsal. Na primeira parte, espinhosa, existe uma progressão em comprimento até o 5º espinho, a partir do qual ocorre um decréscimo até atingir o bordo da dorsal ramosa. Esta região atinge um tamanho maior, em altura, que a parte espinhosa. Em indivíduos adultos o padrão de colorido pode ser usados para distinguir todas as 12 espécies, muito embora aos olhos dos leigos possa ocorrer muita confusão. Durante o desenvolvimento do indivíduo ocorrem significativas mudanças no padrão de colorido bem como nas cores, assim como na intensidade.

Hábitos: O cuidado parental à prole é um fator característico das espécies. Isto permite aos Tucunarés um grande sucesso reprodutivo, mesmo que o número de ovos seja muito inferior se comparado às espécies que realizam piracema (da ordem de milhares e milhões de ovócitos por quilo), e que se utilizam de uma estratégia reprodutiva diferenciada.

Curiosidades: O gênero Cichla (o dos Tucunarés) possui atualmente 5 espécies nominais, mas recentes trabalhos dos professores Efrem de Ferreira, do INPA – Manaus, e Sven Kullander, do museu de história natural de Estocolmo, descrevem mais sete, perfazendo um total de 12 espécies de Tucunarés. Destas, somente uma não ocorre no território nacional.

Onde encontrar: Nativo da bacia Amazônica já está presente nas três principais bacias do território nacional em virtude de sua introdução (além da Amazônica, nas bacias do Prata e São Francisco) também em reservatórios e açudes públicos e particulares. Costumam viver em ambientes de água parada, característico de lagos e lagoas marginais, mas também podem ser encontrados na calha dos rios e algumas espécies até na água corrente. Mesmo ocupando estes habitats, a maior parte das espécies tenderá a preferir uma região de água mais calma. Gostam de permanecer junto de estruturas como galhadas submersas, troncos caídos, capins, ilhas e pedras. Em ambientes em esses tipos de estruturas, podem ser encontrados junto de barrancos, em praias de rios e lagos e drop offs .

Dicas para pescá-lo: Quando estiver pescando com iscas artificiais de superfície e perceber que o peixe acompanha sem no entanto atacá-la, pare por alguns segundos o trabalho. Se não ocorrer o ataque peça para o parceiro arremessar uma isca de meia água ou uma colher.