Piranambu (Platynematichthys notatus)

Piranambu

O Piranambu apresenta fecundidade o ano inteiro, com pico reprodutivo no início do período chuvoso.

Nomes populares

peixe de água doce chamado Piranambu é conhecido popularmente como Caravataí, Coroatá, Coronel e Cara-de-Gato.

Nome científico

Platynematichthys notatus.

Distribuição geográfica

Sua espécie é distribuída nas Bacias Amazônica (Amazonas, Pará, Amapá, Acre, Roraima, Rondônia e Mato Grosso) e do Araguaia -Tocantins (Pará, Tocantins e Goiás).

Habitat

O Piranambu é um peixe que habita o fundo dos leitos de rios de médio e grande portes, com águas escuras e barrentas.

Alimentação

É um peixe omnívoro, com tendência à piscívoro, alimentando-se de pequenos peixes e, às vezes, de invertebrados. Sua dieta inclui vários itens alimentares, como camarões de água-doce e pequenos anfíbios.

Reprodução

Piranambu apresenta fecundidade o ano inteiro, com picos reprodutivos no início do período chuvoso, com as inundações das margens dos rios. Não há evidências de que realize longas migrações reprodutivas.

Características   

peixe Piranambu é um peixe de couro. Possui coloração, no dorso, acinzentada e, no ventre, esbranquiçada, com nódoas escuras. Possui inúmeras máculas negras, mas não listras. Apresenta três pares de barbilhões bem desenvolvidos, sendo um par acima da boca e dois pares, na região mentoniana, semelhante ao felino gato. Estes servem como órgãos sensitivos para o peixe, muitas vezes, tateando o fundo à procura de alimento. Seu corpo possui formato alongado e levemente achatado, roliço e elevado. Sua cabeça é larga, achatada e pouco desenvolvida. Apresenta pequenos dentes, em forma de lixa, situados em placas relativamente largas. Pode ultrapassar os 10 kg e alcançar 80 centímetros de comprimento.