Principais tipos de molinetes para pesca

Se você é um amante da pesca e não deixa de fazer uma boa aventura com os amigos no final de semana, aqui você irá encontrar algumas dicas que irão fazer a diferença.

Sem dúvidas, você já deve ter se perguntado sobre qual o melhor tipo de molinete para usar em suas pescarias, não é verdade?

Também chamado de “spinning reel” em outras partes do mundo o molinete é uma peça fundamental para que a pesca seja realizada e, inclusive, para algumas espécies de peixe que se pretende pescar.

Logo, confira abaixo quais os tipos de molinete encontrados no mercado e também suas respectivas finalidades.

Seguindo o padrão básico de todo e qualquer equipamento de pesca, os molinetes por fim são divididos em categorias como o ultraleves a extrapesados.

Ultraleve e Leve

Ultraleve e Leve
 

Esses modelos de molinete são categorizados em ultraleve e leve por ter linhas de 0,14 e 0,18 mm e também de 0,18 a 0,28 mm.

O uso de molinetes consegue realizar um fácil arremesso mesmo com fortes ventos no sentido contrário.

Portanto, você não terá grandes dificuldades em reconhecer algum molinete ultraleve. Eles são pequenos, bem leves e a maioria cabem perfeitamente na palma da mão.

Tudo isso por conta de seu peso reduzido, o ideal é que o conjunto todo não ultrapasse 300 gramas para estar classificado entre os ultraleves e leve.

Médio

Médio

Outros tipos de molinete, são os médios que comportam linhas de 0,28 a 0,37 mm, respectivamente.

No mercado atual de artigos de pesca você consegue encontrar uma infinidade de modelos de molinetes, fazendo com que o pescador tenha a oportunidade de escolher a peça mais adequada para então fazer a montagem do seu equipamento.

No mais, se tiver alguma dúvida sobre o tamanho certo do seu molinete, pense sempre na harmonização e equilíbrio do seu equipamento como um todo.

Pesado e Extrapesado

Pesado e Extrapesado

Por fim, os molinetes pesados e extrapesados são aqueles que vão de 0,37 mm a acima de 25 libras.

São ideais para quem precisa de equipamentos mais resistentes onde suportam longos arremessos de mais de 150 metros.

Nesse caso, os tipos de molinete pesados e extrapesados que, em conjunto com o equipamento adequado e equilibrado, cumprem esse papel fundamental para obtenção de bons resultados em pescas mais “pesadas”.

Contudo, é importante salientar que esses molinetes não são recomendados como guindastes para rebocar poder rebocar a pesca.

Mas sim como uma forma  mais eficiente de chegar em distâncias mais longas e assim recolher a linha de pesca para evitar que o peixe escape.

Como escolher o molinete certo

Depois de conhecer então os tipos de molinetes, surge também a dúvida sobre qual modelo de molinete escolher para sua pesca.

Para isso, a seguir estão algumas dicas que podem te ajudar, são elas:

  • Material do molinete: Podem ser feitos tanto de plástico, alumínio, grafite ou até mesmo do conjunto desses materiais. Os de alumínio são mais fortes e pesados,e os de grafite mais leves, ou seja, são menos propensos aos “trancos” na hora do arremesso, outro detalhe é que são resistentes à corrosão. Por fim, temos os de plástico que acabam sendo mais baratos, contudo menos duráveis.
  • Relação do recolhimento: Todo material de pesca vem gravado o tipo de recolhimento, por exemplo, “Gear 6:1” indica que, para cada volta da manivela o carretel terá 6 voltas. Assim, quanto maior esse primeiro número for, mais rápido o molinete trabalhará. Dito isso, dependendo do tipo de pesca que fará, como em casos de uso de iscas artificiais de arrasto, esse tipo de molinete não exige muito trabalho de recolhimento.
  • Formato do carretel: Sabemos que o carretel é onde fica a linha, portanto, quanto mais raso e longo o carretel for, mais linha é liberada, o que é ótimo para fazer longos arremessos.
  • Capacidade de fricção: A fricção de um molinete é sem dúvidas muito importante, ao escolher um molinete com boa regulagem de fricção você terá um equipamento com uma liberação de linha mais suave, o que é ideal para pescar peixes mais rápidos em lugares com muitos obstáculos que podem quebrar a linha se o molinete não tiver bons ajustes de fricção.

No geral, essas são as dicas de hoje para você conseguir melhores resultados na hora de escolher um bom molinete de pesca e assim garantir que suas aventuras sejam inesquecíveis.

Veja também o artigoSaiba quais são as espécies de peixes mais compatíveis para aquários